Pular para o conteúdo
Search

ALERTA – Nove municípios de Roraima apresentam alto risco para arboviroses

O estado de Roraima apresenta um cenário de alerta para risco de epidemia de Dengue e Chikunguya. É o que aponta os resultados do mais recente Levantamento Rápido de Índice para o Aedes aegypti realizado nos 15 municípios.

Conforme o NCFAD (Núcleo de Controle da Febre Amarela e Dengue), nove cidades roraimenses apresentaram alto risco para uma epidemia relacionada às arboviroses, que é quando atingem índice de infestação igual ou acima de 4%, sendo elas: Alto Alegre, Boa Vista, Bonfim, Cantá, Caracaraí, Caroebe, Mucajaí, Rorainópolis e São João da Baliza.

“Muito embora os casos prováveis dessas arboviroses estejam dentro do limite esperado, o LIRAa realizado no período de 08 a 12 de maio apresentou um resultado de risco para a transmissão dessas doenças para um cenário de epidemia”, explicou a gerente do núcleo, Rosângela Santos.

Ainda segundo o levantamento, os municípios Amajari, Iracema, Normandia, Pacaraima, São Luiz e Uiramutã apresentaram médio risco para arboviroses, obtendo índice de infestação entre 1 a 3,9%.

Segundo Rosângela, parte dos focos encontrados no levantamento foram classificados como D2, que são os depósitos passíveis de remoção. Isso reforça ainda mais a necessidade de um cuidado maior por parte da população e do serviço de limpeza dos municípios na destinação do lixo doméstico.

“Mesmo que as equipes de endemias dos municípios estejam em visitas constantes, é fundamental a participação da população na luta contra essas doenças, já que temos um período chuvoso que facilita a proliferação do mosquito. Além disso, os gestores municipais precisam oferecer efetivamente uma coleta regular de lixo, facilitando a vida da população quando a destinação desses [itens] inservíveis”, salientou.

REFORÇANDO CUIDADOS

Paralelo a isso, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), tem realizado uma série de ações com foco no fortalecimento de estratégias contra as arboviroses nos municípios, como a oferta de capacitações para os agentes que atuam na saúde.

Nesta quarta-feira, 31, o NCFAD está promovendo uma capacitação em manejo clínico para os municípios da região Sul. A ideia é fortalecer a atenção aos pacientes que entram nas UBS’s (Unidades Básicas de Saúde) e urgência e emergência dos hospitais roraimenses.

“Essas capacitações estarão se estendendo a todos os outros municípios, numa programação que será colocada para divulgação e que visam fortalecer as equipes tanto da assistência ao paciente, quanto as equipes do controle de vetores. Os técnicos do NCFAD estão indo in loco, avaliando as condições desses municípios, orientando as equipes de endemias municipais para as ações estratégicas de controle do Aedes, com o objetivo de diminuir a infestação desses mosquitos e evitar que as pessoas adoeçam por dengue, Zika e chikungunya”, concluiu.

 

SECOM RORAIMA
JORNALISTA: Minervaldo Lopes
FOTOGRAFIA: Ascom/Sesau