Pular para o conteúdo
Search

ABRIL VERDE – Secretaria de Saúde sensibiliza população para a saúde do trabalhador

O Abril Verde é um mês alusivo à segurança e saúde dos trabalhadores, em que levamos essa sensibilização sobre o que o ambiente e as condições de trabalho podem fazer a pessoa adoecer

Em alusão ao Abril Verde, mês de conscientização sobre a segurança e saúde do trabalhador, a Sesau (Secretaria de Saúde) atenta para a importância da notificação dos acidentes e doenças que afetam os trabalhadores.

A técnica do Cerest-RR (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador), Maria Cecília Ribeiro, explicou que o objetivo da campanha é levar informação e serviços sobre os direitos dos trabalhadores. “O Abril Verde é um mês alusivo à segurança e saúde dos trabalhadores, em que levamos essa sensibilização sobre o que o ambiente e as condições de trabalho podem fazer a pessoa adoecer”, afirmou.

Segundo a psicóloga, para que a unidade realize ações mais direcionadas e efetivas é preciso que os casos de acidentes e agravos de trabalho sejam notificados pelas unidades de saúde.

“Como gestores dessa área específica, precisamos ter esse número de acidentes e adoecimentos causados em decorrência do trabalho cada vez mais próximo da nossa realidade”, disse.

Entre essas ações são realizadas capacitações com a RAS (Rede de Atenção Saúde) sobre os agravos relacionados à saúde do trabalhador e outras ações educativas como palestras nos locais de trabalho e construção boletins informativos, notas técnicas, a fim de levar informação ao trabalhador e aos serviços sobre os agravos que todos estão sujeitos.

Vale lembrar ainda que o mês de abril foi escolhido pela OIT (Organização Internacional do Trabalho) para a campanha por conter duas datas importantes sobre o tema acidentes de trabalho: o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho e o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, ambas celebradas no dia 28.

SOBRE O CEREST-RR

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador é o centro especializado na promoção de ações voltadas para a saúde do trabalhador, atuando também no monitoramento dos agravos e acidentes relacionados ao trabalho.

O Cerest é a retaguarda especializada do SUS (Sistema Único de Saúde), é vinculado à Renast (Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde) e auxilia a rede para realização de Nexo Epidemiológico: investigar se o adoecimento do trabalhador está relacionado ao trabalho ou não.

A unidade conta com equipe multidisciplinar (médico, enfermeiros, técnica de enfermagem, fisioterapeuta, psicólogos, dentista e assistentes sociais) todos para dar suporte técnico à saúde dos trabalhadores públicos ou privados.

“O Centro recebe trabalhadores independente do vínculo empregatício, sejam eles autônomos, aposentados, servidores estaduais, federais ou municipais”, ressaltou Maria Cecília.

As instalações do centro possuem 17 salas, sendo elas gestão, núcleo administrativo, núcleo/setor de ECI (Epidemiologia, Comunicação e Informação), núcleo/setor VAPT (Vigilância de Ambientes e Processos de Trabalho), núcleo/setor EPCI (Educação Permanente, Capacitação e Integração), auditório, sala de reunião, consultório médico, psicologia, serviço social, fisioterapia, multidisciplinar, biblioteca, depósito de material de limpeza, dois apoios logísticos.

O Cerest conta ainda com equipamentos novos e modernos, tais como computadores, mobiliário e eletrodoméstico. A unidade fica localizada na rua Rocha Leal, no bairro São Francisco, em Boa Vista. O Estado possui dois Cerest regionais, que são o Centro-Norte e o Sul. O horário de funcionamento é das 7h30 até 13h30.

Fonte: SECOM RORAIMA