Pular para o conteúdo
Search

COVID-19 – Roraima recebe mais 60 mil doses de vacinas para reforçar cobertura de imunização

O novo reforço deve começar a ser aplicado na população a partir do dia 27, segundo informou a coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Sesau, Valdirene Oliveira.

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), recebeu do Ministério da Saúde o envio de 66.048 doses de vacinas da marca Pfizer. O repasse visa aumentar a cobertura vacinal do estado contra a covid-19.

A distribuição das vacinas bivalentes da farmacêutica americana está prevista para os dias 23 e 24 deste mês, atendendo as demandas dos 15 municípios e DSEIs (Distritos Sanitários Especiais Indígenas) Yanomami e Leste do Estado.

O novo reforço deve começar a ser aplicado na população a partir do dia 27, segundo informou a coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Sesau, Valdirene Oliveira.

“O Estado já recebeu as vacinas que serão aplicadas na população prioritária. Essas doses de reforço serão aplicadas de forma escalonada, ou seja, por públicos prioritários”, disse.

Valdirene reforçou ainda que que intervalo para doses de reforço com vacinas bivalentes é a partir de quatro meses desde a última dose de reforço, ou última dose do esquema primário (básico) com vacinas monovalentes.

“Vamos colocar nossas vacinas em dia, tomar o reforço da vacina para continuarmos com a prevenção contra a covid-19 no nosso estado”, pontuou.

O esquema e locais de vacinação serão divulgados posteriormente pelos municípios, entidades responsáveis por executar as campanhas locais e as aplicações dos imunizantes à população, conforme preconiza o SUS (Sistema Único de Saúde).

GRUPOS PRIORITÁRIOS

As etapas e fases da ação de vacinação foram organizadas de acordo com os estoques existentes para os grupos considerados prioritários, a partir de 12 anos de idade.

Elas foram distribuídas da seguinte forma:

Fase 1 – Idoso com idade igual ou superior a 70 anos; pessoas vivendo em instituições de longa permanência a partir de 12 anos de idade; abrigados e trabalhadores dessas instituições; imunocomprometidos; comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas.

Fase 2 – Pessoas de 60 a 69 anos de idade;

Fase 3 – Gestantes e puérperas;

Fase 4 – Trabalhadores da área da saúde;

Fase 5 – Pessoas com deficiência permanente.

Fonte: SECOM RORAIMA