Pular para o conteúdo
Search

IMUNIZAÇÃO – Roraima inicia vacinação contra Monkeypox

A Monkeypox pode ser transmitida pelo contato direto ou indireto com gotículas respiratórias (saliva ou muco nasal), que causa o surgimento de lesões, bolhas ou crostas em várias regiões do corpo.

O estado de Roraima inicia hoje, dia 17, a vacinação contra a Monkeypox, doença também chamada de Mpox e que anteriormente era chamada de “‘varíola dos macacos”.  Ao todo, o estado recebeu 97 doses do imunizante e estão disponíveis no CRIE-RR (Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais de Roraima) para o público prioritário.

De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, o esquema de aplicação será em duas doses, com intervalos de um mês entre elas. Até o dia 16 de março, segundo dados da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), Roraima contabilizava cinco casos confirmados, 35 suspeitos e 15 descartados da doença.

“Fazem parte do grupo prioritário [da campanha] as pessoas que vivem com HIV/Aids, que inclui homens cisgêneros, travestis e mulheres transsexuais com idade igual ou superior a 18 anos; profissionais que trabalham em laboratório de biossegurança 3; e aquelas pessoas que tiveram contato com fluidos e secreções corporais de pacientes suspeitos, prováveis ou confirmados com a doença”, destacou a coordenadora da CGVS, Valdirene Oliveira.

A Monkeypox pode ser transmitida pelo contato direto ou indireto com gotículas respiratórias (saliva ou muco nasal), que causa o surgimento de lesões, bolhas ou crostas em várias regiões do corpo.

A transmissão também pode ocorrer quando uma pessoa tem contato com as lesões de pele de pessoas infectadas ou simplesmente tocando em objetos e superfícies contaminadas.

SERVIÇO – O CRIE-RR está localizado no prédio da Clínica Médica Especializada Médica Coronel Mota, com entrada pela Avenida Capitão Júlio Bezerra, no Centro. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Fonte: SECOM RORAIMA