Pular para o conteúdo
Search

Vigilância Estadual apresenta resultados de trabalho sobre ISTs em reunião da OPAS

As estratégias desempenhadas pelos estados no combate às IST’s (Infecções Sexualmente Transmissíveis) estão sendo debatidas em reunião do Projeto Fortalecimento de Prevenção Combinada e Cuidado Contínuo em HIV/IST, uma iniciativa da OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde) em parceria com o Ministério da Saúde.

Iniciada nessa terça-feira, 12, a ação se estenderá até amanhã, 13, no auditório da OPAS em Brasília. O estado de Roraima é sendo representado pela coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Sesau (Secretaria de Saúde), Valdirene Oliveira.

Além do MS, o projeto conta com a parceria da UNAIDS (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS) e ENSP/Fiocruz (Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca), tendo como proposta o fortalecimento de ações de prevenção e cuidado em relação ao HIV/IST.

“Nós temos desenvolvido esse projeto com a OPAS desde 2020 e essa é a segunda vez que o Estado vem até Brasília para apresentar os resultados desta importante estratégia”, ressaltou Valdirene.

Também fazem parte da comitiva de Roraima o diretor do DVE (Departamento de Vigilância Epidemiológica), José Vieira Filho; da gerente do Núcleo de Controle das DST/AIDS, Sumaia Dias; e da técnica do Núcleo de DST/AIDS, Nelma Cavalcante.

 

DISCUSSÕES

Durante o encontro, cada estado terá a oportunidade de apresentar as principais ações desenvolvidas e os resultados alcançados no âmbito do projeto, além de discutir os avanços, desafios e perspectivas para o futuro.

Um foco importante das discussões envolve as boas práticas adotadas e as potencialidades para fortalecer a atuação da sociedade civil e das ações entre pares de base comunitária, e também as estratégias determinantes para eliminar a transmissão vertical do HIV/Sífilis e das Hepatites Virais, visando garantir uma saúde mais segura e promover um futuro livre dessas doenças.

“Tem sido motivo de orgulho poder estar a frente junto com os técnicos do Núcleo de DST/AIDS, tanto no acompanhamento e desenvolvimento [de ações de combate], quanto no planejamento dessas estratégias, fazendo de Roraima um exemplo para outros estados”, completou.

Para Valdirene, a participação da CGVS no evento é um reflexo do compromisso do Governo de Roraima em contribuir para a promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida da população.

“O trabalho conjunto com outras entidades e órgãos públicos é essencial para enfrentar os desafios impostos pelo HIV/IST e alcançar resultados positivos na prevenção e cuidado dessas doenças”, concluiu.


SECOM RORAIMA
JORNALISTA: Dennis Martins e Minervaldo Lopes
FOTOGRAFIA: Ascom/Sesau